Meu Deus eu Creio, Adoro, Espero e Amo-Vos. Peço-Vos perdão para todos aqueles que não creem, não adoram, não esperam e não Vos amam.

Translate

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Translate Formação Católica

21 setembro 2016

FESTA DA EXALTAÇÃO DA SANTA CRUZ - MOSTEIRO DA SANTA CRUZ

Bispo Dom Tomás de Aquino, Missa da Festa da Exaltação da Santa Cruz - Nova Friburgo-RJ- Brasil.

À semana de 12 a 18 de setembro no Mosteiro Beneditino da Santa Cruz em Nova Friburgo-RJ foi uma semana de solenidades.

Além da grande festa da Exaltação da Santa Cruz e a comemoração dos 29 anos do Mosteiro, no dia de Nossa Senhora das Dores (15 de setembro) durante à Santa Missa no momento do ofertório os fiéis que lá puderam estar obtiveram uma graça singular; o grande privilégio de presenciar o ato de profissão religiosa do Irmão João da Cruz por meio dos chamados votos temporários.

Nesta salutar profissão são assumidos pela à primeira vez publicamente os três votos do religioso, a saber; pobreza, castidade obediência.

Ato heroico de um jovem que vai adiante ao altar de Deus, do Deus que alegra a sua juventude, oferecendo-se a si mesmo inteiramente e exclusivamente ao seu criador e redentor para em seguida ter o direito de desfrutar dos deleites de uma vida em união contemplativa em Cristo.

Assim sendo, fora providencial à data escolhida para os votos do Irmão João da Cruz. Justamente no dia em que nós nos compadecemos diante das dores de Nossa Senhora, Deus quis receber os votos deste Irmão que leva a Santa Cruz em seu nome.

Nesta data em que a Igreja reserva para recordar a memória da Mãe Dolorosíssima diante do Sacrifício em que se entrega o seu Divino Filho na Cruz, busquemos nós ficarmos junto a Virgem das Dores, consolando-A diante do seu Filho imolado por nossos pecados, para que no dia também da nossa derradeira agonia, Ela esteja conosco nos velando e que depois deste desterro mostre-nos a Jesus.

Prostração do religioso diante do Altar; Ato de humildade e entrega total a Deus.

Com este ato de oferta de si mesmo, os religiosos imitam a Cristo.

Nosso Senhor em todas as Missas, além de se oferecer como vítima ao seu Pai, também se oferece a nós e deseja ardentemente unir-se a nossa alma por meio da sagrada comunhão.

Escreve Santa Teresinha do Menino Jesus, na História de uma Alma;

"Não é para ficar no cibório de ouro que Jesus desce todos os dias do céu, e sim para encontrar outro céu, o céu de nossa alma, onde tanto se delícia."

Tratemos nós então de prepararmos às nossas almas, adornando-as de todas às virtudes para sempre bem recebermos a Cristo em nossos corações, nos oferecendo inteiramente sem reservas a Ele, não por nós mesmos, mas de modo mais perfeito e ordenado nos oferecer a Cristo da mesma maneira como Deus Pai ofereceu seu Filho ao mundo, ou seja, por meio de sua Augustíssima Mãe.

Deus entregou-nos o seu Cristo a nós por meio de Maria, devemos nós nos entregarmos a Deus também por Maria.

É esta a unica via segura, o único caminho pelo qual a Santíssima Trindade nos deu a Salvação. Deus-Maria-Cristo. Se Deus Pai nos entregou o seu Filho ao mundo por Maria, como poderíamos nós pretendermos querer nos entregar a Deus de um outro modo a não ser também por Maria? É Ela a Porta do Céu, pela qual o Verbo Divino quis passar para chegar ao mundo. E também é por esta Porta que Deus quer que nós passemos para chegar até Ele. Não há outra.

Nossa alma é a figura do precário e pequeno estábulo de Belém, totalmente pobre e indigno de receber o Rei dos reis. Entretanto, ainda assim o Redentor deseja nascer neste local e assim será se nele se fazem presentes São José e a Santíssima Virgem, que preparam e arrumam o indigno lugar com toda a atenção e afeto, moldam e formam o trono do Redentor do bom material que lá encontraram e retiram tudo o que não serviria e que desagradaria a Deus.

E enfim, estando tudo plenamente conforme o Pai o deseja, finalmente a Santíssima Mãe de Deus dá à Luz ao Menino Deus naquele paupérrimo presépio que é como nossos corações. Enriquecendo-o infinitamente com a presença d'Aquele que É.

O humilde estábulo antes já Santificado com a presença da Virgem e de São José, agora possuí o Verbo de Deus. Maria Santíssima com todo o amor entroniza-O em seu pobre, amável e admirável trono de palha preparado por Ela e por São José. Em seguida o Céu se abre e os Santos Anjos descem para unir-se São José e a Mãe do Senhor, para Adorar a Divina Majestade, o seu criador em sua humilde morada.

Ofereçamos nós também por Maria Santíssima e São José, uma morada a Deus. Um lugar em nosso coração para Cristo nascer, crescer e permanecer eternamente. Façamos nós também a exemplo dos heroicos religiosos, votos diários de entrega de nós mesmos, sem reservas ao nosso Menino Jesus, por meio de sua Divina Mãe e por seu custódio Pai São José. E assim sendo que o Céu se abra diariamente sobre nós e Anjos desçam para louvar a presença de Deus em nossas almas.


Fotos da cerimônia dos votos do Ir. João da Cruz.















Com seus irmãos beneditinos e o Bispo Dom Prior Tomás de Aquino.



Para mais fotos da Festa da Exaltação da Santa Cruz, visite: http://devotaeanimae.blogspot.com.br/2016/09/festa-da-santa-cruz-e-de-29-anos-do.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário