Meu Deus eu Creio, Adoro, Espero e Amo-Vos. Peço-Vos perdão para todos aqueles que não creem, não adoram, não esperam e não Vos amam.

Translate

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Translate Formação Católica

07 agosto 2018

ATO DE CONSAGRAÇÃO DO BRASIL AO SAGRADO CORAÇÃO



Ato da Consagração Cívica Nacional do Brasil ao Sagrado Coração de Jesus

Coração Eucarístico de Jesus, Coração do Homem-Deus, Coração de Cristo Rei, Salvador da humanidade, Senhor dos senhores, Juiz Supremo dos indivíduos e das Nações. Nós, como legítimos representantes do povo brasileiro, aqui vimos entregar-Vos os destinos de nossa Pátria, que Vos foi consagrada pelo Episcopado Nacional, em presença do Chefe do Governo, no alto do Corcovado.
    Neste momento culminante de nossa história, atendendo ao apelo de milhares de vozes, no mais alto plebiscito de Religião e patriotismo, vimos ratificar esta consagração ao Vosso Divino Coração.

    A Vós consagramos todos os Estados e Territórios do Brasil com suas riquezas naturais, suas empresas e realizações, suas riquezas materiais, seu patrimônio espiritual e moral.

    Reinai em nossos lares, santificando todas as famílias desde a mais abastada até as mais pobres.

    Reinai em todas as atividades dos homens. Sede a luz dos homens de estudo, a defesa da Pátria pelas Forças Armadas, a sapiência dos Legisladores, a justiça dos Magistrados, a orientação do Governo.

    Agradecemos as Vossas dadivosas bênçãos à nossa Pátria, e, reconhecendo nossos erros e ingratidões, pedimos Vosso perdão e misericórdia.

    Por Maria Santíssima, a Virgem Aparecida, Rainha e Padroeira do Brasil, suplicamos Vossas bênçãos para felicidade do nosso Povo agora e sempre. Amém.


Assinaram este ato 58 senadores, 250 deputados, 55 ministros do Supremo Tribunal, o Tribunal Superior do Trabalho, o Tribunal de Recursos, o Superior Tribunal Militar e 60 vereadores do Distrito Federal.

Foi pronunciado no encerramento do Congresso Eucarístico Internacional em 24 de julho de 1955.

Consagração Cívica Nacional
POR QUÊ?

    I - O Coração do Rei Divino tem pleno direito a esta homenagem. É verdadeiro Deus, Criador e Senhor absoluto de todas as coisas. É Redentor e Salvador do mundo, digno de eterna gratidão de todos os povos. É legítimo Rei por natureza, por herança e por conquista. Todas as nações Lhe foram dadas por herança (Salmo 2). E todo o poder Lhe foi entregue no céu e na terra (Mt 28,18).


    II - Não só tem direito, mas quer e pede esta homenagem. Ao revelar o seu Coração ao mundo, em Paray-le-Monial, reclamou para Ele não só um culto privado, mas também um culto público, social e nacional. Manifestou o desejo de que os homens Lhe rendessem o tributo de uma verdadeira consagração. Pediu-a expressamente da França. Ora, não há motivo para se julgar que tal pedido se refira unicamente a essa nação. Por que não às demais? Assim o entenderam várias delas, como por exemplo o Equador, a Colômbia, a Espanha, a Bélgica e várias outras.

    III - Por este meio o Coração de Jesus pode e quer salvar o Brasil. "Ele me assegurou" - escreve a confidente do Sagrado Coração, Santa Margarida Maria - "que a consolação que tem em ser amado, conhecido e honrado das suas criaturas é tão grande, que me prometeu que todos aqueles que lhe forem dedicados e consagrados, não perecerão eternamente".

    A Benigna Consolata asseverou também Nosso Senhor: "O único remédio para atalhar o mal da sociedade enferma só pode vir do meu Coração Divino". "O meu Coração será a salvação de todo o mundo, a salvação de quantos O buscarem e conhecerem".

POR QUEM?

    Pela legítima e suprema autoridade do País, em nome e, a ser possível, com a adesão calorosa da maioria do Povo Brasileiro.