Meu Deus eu Creio, Adoro, Espero e Amo-Vos. Peço-Vos perdão para todos aqueles que não creem, não adoram, não esperam e não Vos amam.

Translate

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Translate Formação Católica

06 setembro 2015

RESTAURANDO A PATERNIDADE - COMENTÁRIO ELEISON - 149




RESTAURANDO A PATERNIDADE
ELEISON COMMENTS CXLIX (22 de maio de 2010)



É fácil culpar hoje os pais por não saberem criar seus filhos. É mais útil ajudá-los em seu desejo de ser ajudados a ver qual é a origem do problema de seus filhos. O problema é, de certa forma, tão majestoso como Deus, porque vem da completa recusa e negação de Deus pelo mundo moderno.

A família humana é uma pequena sociedade, que consiste basicamente no pai, na mãe e nos filhos. O sentido comum diz-nos que toda a sociedade humana precisa de uma cabeça para poder funcionar. Se não há a direção ou o comando de um líder, a sociedade perde sua direção e desmorona. Um time de futebol precisa de um capitão, uma empresa de um gerente, uma nação de um rei ou de um presidente, uma cidade de um prefeito, um corpo de bombeiros de um comandante, um exército de um general, uma universidade de um reitor, uma corte de um juiz, e assim por diante.

Acima de tudo, uma família necessita de um pai, porque a família humana não é somente uma sociedade humana, ela é a mais fundamental e natural das sociedades humanas, é de fato o modelo básico de todas as outras sociedades. E isso é porque nenhuma outra sociedade tem laços que unem os membros tão profunda e naturalmente como os que ligam o marido à esposa e os pais aos filhos. Também, em nenhuma outra sociedade é tão claro como o chefe deve comandar e cuidar dos membros. Se o pai comanda sem cuidado, a família sofre com sua severidade. Se ele cuida sem comandar – hoje a situação mais freqüente – , ela sofre de sua moleza. Portanto, a paternidade familiar é o modelo de toda a autoridade humana. É por isso (cf. EC 145) que o Quarto Mandamento, de honrar pai e mãe, está no topo dos sete Mandamentos que governam as relações da sociedade humana.

A paternidade familiar, como toda a paternidade ou autoridade, deriva de Deus Pai. São Paulo diz, “dobro meus joelhos diante do Pai de Nosso Senhor Jesus Cristo, do qual toda paternidade nos céus e na terra toma o nome” (Ef. III, 14-15). Em outras palavras, diz a Palavra de Deus, da paternidade de Deus Pai, toda a paternidade na família humana, toda a liderança em qualquer sociedade humana, deriva sua natureza, porque o “nome”, ou palavra, significa a natureza ou a coisa. Portanto é evidente que em qualquer mundo que rechace Deus Pai, como agora nosso mundo o faz, o nome e a natureza da paternidade serão retirados de nossas mentes, e toda a paternidade e autoridade serão esvaziadas de nossas vidas.

Pais de família, guiem suas famílias para Deus! Ponham a si próprios sob Deus, e suas esposas e filhos submeter-se-ão mais facilmente a vocês. “Cristo é a cabeça de todo o homem; e o homem a cabeça da mulher; e Deus a cabeça de Cristo”, diz São Paulo (I Cor. XI, 3). Dêem à esposa e aos filhos o exemplo de uma varonil piedade, tão naturalmente como ela é “sobrenatural”, e o que quer que ocorra a esse nosso mundo demente, ao menos vocês terão feito o melhor que puderem pela família que Deus lhes confiou.

Especialmente para os rapazes, virá outro “Eleison Comments”, se assim Deus quiser.

Kyrie eleison.

Nenhum comentário:

Postar um comentário