Meu Deus eu Creio, Adoro, Espero e Amo-Vos. Peço-Vos perdão para todos aqueles que não creem, não adoram, não esperam e não Vos amam.

Translate

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Translate Formação Católica

11 setembro 2015

CONSELHO PARA A RESISTÊNCIA - COMENTÁRIO ELEISON - 386

CONSELHO PARA A RESISTÊNCIA
CCCLXXXVI - (386) - (6 de dezembro de 2014):

A “Resistência” poderá ou não ser estruturada,  
Mas o sofrimento será seu preço e sua marca registrada

            Chegou recentemente em minha mesa uma preciosa troca de e-mails que, tenho certeza, será apreciada por muitas almas tendo em vista suas difíceis circunstâncias atuais. Trazem um problema por que passa uma típica moradora de cidade do século XXI, que tem a Fé, mas se sente abandonada. Uma solução apresentada aqui se baseia em uma profecia de Nossa Senhora datada do século XVII! Primeiramente, o problema:

“Sou uma enfermeira da Alemanha com quarenta e oito anos de idade. Há doze anos entrei para um convento e gostei muito. Busquei aprofundar minha relação com Deus, mas depois de dez anos tive de sair de lá por causa do modernismo. Não consegui fazer meus votos finais porque a Comunidade estava longe da Verdade. Pensei que ao sair estaria agradando meu Pai celestial e me tornando um tipo de heroína a Seus olhos, mas agora estou muito triste, e me sinto abandonada por Deus, não mais como uma heroína.

            Há dois anos consegui um emprego no hospital onde trabalhava antes de entrar para o Convento, mas eis que aqui estou, de volta ao mundo onde as pessoas que me rodeiam são ignorantes ou modernas, onde praticamente ninguém tem fé alguma; e se alguém a tem, não sabe por quê. Já estou muito velha para poder encontrar um emprego mais perto dos sacramentos. O trabalho por turnos me impede de ir à Missa todos os domingos. Para chegar à Missa mais próxima se gasta uma hora de carro. Assim, aqui estou eu, sentada no escuro, com pouco acesso aos sacramentos. A situação na Igreja e no mundo é tão confusa que eu simplesmente não sei o que fazer. Qual a maneira de sair da escuridão? Aonde devo ir para descobrir o que devo fazer da minha vida?”

            E agora, em resposta ao problema, o conselho que muitos de nós que estamos na Resistência entre aspas tentando suportar a apostasia em todo o mundo, podemos guardar no coração:

            “Cara amiga, em 1634, no Equador, Nossa Senhora deu a uma freira santa uma orientação quase como que dirigida a nós nestes tempos profanos, nos quais recebemos a bênção de viver (ainda que eles não nos façam sentir que se trate realmente de uma bênção). Ela prometeu que aqui sempre existiriam, apesar da apostasia mundial, almas que permaneceriam fieis e preservariam as virtudes e o tesouro da Fé. Mas elas sofreriam um cruel, indizível e prolongado martírio. Disse ela: ‘A fim de libertar os homens da escravidão das heresias que os rodeiam, as almas escolhidas por meu Santíssimo Filho para efetivar a restauração precisarão de grandes doses de força de vontade, constância, coragem e confiança em Deus. Para sejam postas à prova essa fé e confiança dos justos, virão momentos em que tudo parecerá perdido. Este será então o feliz início da restauração’.

            Há um excelente resumo dessa mensagem de Nossa Senhora na internet em: OUR LADY OF GOOD SUCCESS: prophetic revelations made to Venerable Mother Mariana de Jesus Torres [NOSSA SENHORA DO BOM SUCESSO: revelações proféticas feitas à Venerável Madre Mariana de Jesus Torres].  

            Muitos de nós nos encontramos em circunstâncias similares às suas. Estamos privados do auxílio e da força que provêm de uma comunidade cercada por nossos irmãos católicos com uma regra e um Superior que nos guiem. Embora eu não tenha feito votos religiosos, me causa um tremendo sofrimento essa privação dos Sacramentos, dos sacerdotes e dos irmãos católicos, e encontrar-me tendo de trabalhar no mesmo mundo que meu coração, minha mente e minha alma rejeitam. Mas esse é o sofrimento que Deus está permitindo para muitos de nós, e é justamente o sofrimento que devemos abraçar, estando em união com Sua vontade para cada um de nós, unindo nossos sofrimentos àqueles que nosso amado Salvador sentiu e ofereceu por nós. Ao agir assim, nós somos atraídos a Ele como seus pequeninos. Ele não se esqueceu de você. Pelo contrário, por tudo o que estiver a suportar, você estará dando ao Seu Sagrado Coração e ao Imaculado Coração de Maria muito consolo necessário, e talvez possa obter graças para aqueles que perderam a Fé”.

Kyrie eleison

Nenhum comentário:

Postar um comentário